Usuárias de aplicativos de mobilidade poderão escolher motoristas mulheres no período noturno

0

Proposta chamada de Horário Rosa, apoiada por Laerte Bessa, prevê melhorias no atendimento e geração de empregos

A utilização de aplicativos para solicitar um veículo particular é uma inovação que veio para ficar. No Brasil já são de 17 milhões de usuários dessas plataformas que dão à população brasileira o direito de escolher o meio de transporte e, o resultado, é a melhoria dos serviços, o barateamento nos preços, agilidade na locomoção e geração de empregos.

Uma ideia proposta pelo deputado federal Laerte Bessa (PR-DF)  pretende aperfeiçoar ainda mais o atendimento dos aplicativos: o Horário Rosa. A partir de determinada hora da noite, por exemplo, 21h ou 22h, caso uma passageira queira utilizar o serviço de aplicativo, poderá ter a opção de solicitar um veículo cuja motorista também seja uma mulher.

Para o parlamentar, essa opção trará mais conforto, segurança e comodidade tanto para a usuária do serviço e seus familiares quanto para a própria motorista.

“Se a passageira quiser chamar um motorista homem, assim poderá fazer, mas com o horário rosa, disponibilizamos mais uma opção para a mulher que queira usar o serviço, bem como geramos mais empregos para o mercado feminino”, complementou.

A medida também contribuirá para o aperfeiçoamento de importante serviço público.

Compartilhe este artigo.

Sobre o autor

Deixe seu comentário