Taguatinga ganha papa-entulho

0

O segundo papa-entulho do Distrito Federal foi inaugurado na manhã desta segunda-feira (5), em Taguatinga, pelo governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg. A unidade fica na QNG 47, Área Especial 9, às margens da BR-070. A entrega faz parte das comemorações dos 59 anos de Taguatinga e também ocorreu no dia em que é celebrado o Dia Mundial do Meio Ambiente.

“Agora, as pessoas têm um local adequado para jogar o entulho não orgânico”, destacou Rollemberg, ao falar da intenção do governo em reduzir os pontos de descarte indevidos nas regiões administrativas.

O combate a esses pontos também foi ressaltado pela diretora-presidente do Serviço de Limpeza Urbana (SLU), Kátia Campos. “[No papa-entulho] não cobramos nada, recebemos o material e fazemos o encaminhamento adequado. O nosso objetivo é acabar com os cerca de mil pontos de coleta irregular de lixo que foram identificados no início de 2015”, disse. Alguns desses espaços foram transformados em jardins.

O papa-entulho funciona de segunda a sábado, das 7 às 18 horas, custou R$ 134.930 — recursos do SLU. A unidade inaugurada hoje não é restrita a moradores de Taguatinga e pode ser utilizada por qualquer pessoa.

O papa-entulho conta com escritório de apoio aos trabalhadores, área coberta para recebimento de recicláveis e baias para materiais volumosos e de podas. Há ainda caçambas para descarte de resíduos.

Também é possível entregar óleo usado em frituras, por meio do Projeto Biguá, da Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb).

O SLU é responsável pelo gerenciamento do papa-entulho. A primeira unidade foi entregue em março e fica na QNN 29 de Ceilândia. Outras entregas de espaços semelhantes estão previstas para este mês.

O que pode e o que não pode ser entregue no papa-entulho

O SLU publicou na Instrução Normativa nº 2, de 15 de março de 2017 as regras para utilização dos papa-entulhos.

Os espaços só podem receber, por pessoa, diariamente, até 1 metro cúbico (equivalente a uma caixa de água de mil litros) de resíduos da construção civil, volumosos (como móveis) e restos de podas.

Também podem ser entregues recicláveis, como papéis, plásticos, papelões e metais, desde que estejam separados e limpos.

Não são permitidos nos papa-entulhos:

  • Resíduos domésticos, industriais, de serviços de saúde e eletrônicos
  • pneus
  • Embalagens de agroquímicos, de produtos fitossanitários e de óleos lubrificantes
  • Lâmpadas
  • Pilhas e baterias
  • Equipamentos ou materiais que tenham metais pesados
  • Gesso
  • Espelhos
  • Vidros
  • Amianto
  • Tintas, solventes e tonner

Não é autorizada a entrada caminhões ou carretas para descarregar o material a ser descartado.

Por: Agência Brasilia

Compartilhe.

Sobre o autor

Deixe um comentário