STF revoga prisão domiciliar do pecuarista Carlos Bumlai

0

A 2ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) revogou nesta terça-feira (25/4) a prisão domiciliar do pecuarista José Carlos Bumlai, amigo do ex-presidente Lula e condenado na Operação Lava-Jato. De acordo com a acusação, Bumlai atuou como avalista de um empréstimo fraudulento usado para camuflar propina.

O tribunal decidiu revogar a prisão por três votos a dois após o réu afirmar que é cardiopata e apresentar diagnóstico de câncer de bexiga. Bumlai recorreu ao tribunal de Brasília sob a alegação de que pode responder ao processo em liberdade para tratar de seus problemas de saúde. Os ministros Dias Toffoli, Celso de Mello e Gilmar Mendes votaram pela revogação da prisão.

A decisão agrada outros réus da Lava jato, que alegam que a prisão preventiva está se entendendo por mais tempo que o necessário, podendo pleitear a liberdade diante do STF.

Por: Correio braziliense

Compartilhe.

Sobre o autor

Deixe um comentário