STF deve decidir hoje sobre pedido de prisão de senador Aécio Neves

0

A Procuradoria-Geral da República (PGR) também pediu nesta quinta-feira, junto com o afastamento do mandato parlamentar, a prisão do senador Aécio Neves. O pedido foi encaminhado ao relator da Lava-Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Edson Fachin, que transferiu a decisão para o plenário da mais alta corte de Justiça do país. o pleno do STF deve se reunir ainda nesta quinta-feira (18/5) para julgar o pedido.

Fachin segue as mesmos passos do ministro Teori Zavascki, morto em janeiro desde ano em uma acidente aéreo, que relatava o processo da Operação Lava-Jato. Em novembro de 2015, ele também transferiu para o plenário do STF pedido da PGR para prender o então senador petista Delcídio do Amaral.
Delcídio do Amaral Gomez foi preso no dia 25 de novembro pela Polícia Federal sob a acusação de tentar dificultar as investigações da Operação Lava Jato. A prisão do então líder do Governo, filiado ao PT de Mato Grosso do Sul, foi autorizada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavaski. No mesmo dia, em uma votação aberta, os senadores decidiram, por 59 votos a 13 e uma abstenção, por manter a prisão. Depois de 80 dias detido, ele voltou ao Senado e agora foi cassado por 74 votos no Plenário. A repórter Marcella Cunha, da Rádio Senado, preparou um histórico do caso.
Compartilhe.

Sobre o autor

Deixe um comentário