Secretário Marcelo Aguiar pede demissão da Ciência e Tecnologia

0

saída do distrital Cláudio Abrantes da base do governo Rodrigo Rollemberg (PSB) e do partido Rede provocou uma reação em cadeia. Indicado pelo parlamentar, o secretário adjunto de Ciência, Tecnologia e Inovação, Marcelo Aguiar (foto em destaque), entregou a carta de demissão ao governador na manhã desta quarta-feira (17/5). Aguiar estava no cargo desde 19 de maio de 2016.

Antes mesmo do pedido de exoneração ser formalizado, Rollemberg convidou o deputado Rodrigo Delmasso (Podemos) para assumir a pasta. Mas, dificilmente, Delmasso se licenciará do mandato.

Caso o distrital — que hoje é o líder do governo na Câmara Legislativa — aceite o convite do governador, a suplente Jaqueline Silva (PPL) assumirá o mandato.

Ao mesmo tempo, Rollemberg emplacará como líder do governo na CLDF Agaciel Maia (PR), candidato que apoiou durante as eleições da Câmara Legislativa, quando Joe Valle (PDT) venceu a disputa pela presidência.

Saída de Abrantes
Cláudio Abrantes ainda não anunciou a nova legenda, mas deve estar junto com Joe Valle (PDT) em 2018, independentemente do cargo que pleitear nas urnas. Marcelo Aguiar, que pode disputar um cargo eletivo, deve seguir o mesmo caminho.

Abrantes deixou a base de apoio do governo na terça-feira (16/5) devido ao impasse nas negociações salariais da Polícia Civil. A categoria quer paridade com a Polícia Federal. Porém, o governador se negou a avançar nas negociações.

Baixa na Fazenda
Na terça (16), João Fleury Teixeira anunciou que deixará a Secretaria de Fazenda a partir de 1º de junho. Ele pediu para sair alegando problemas familiares. Fleury foi o terceiro nome a assumir a secretaria na gestão Rollemberg, em janeiro de 2016. Wilson José de Paula, secretário adjunto, responderá interinamente pela pasta. Ele é auditor fiscal da Receita do DF desde 1995.

Por: Metrópoles

Compartilhe.

Sobre o autor

Deixe um comentário