Dia de D da Vacinação contra Raiva Animal: confira os locais para imunização

0

No Distrito Federal, o sábado (25) será dedicado a cuidar dos animais de estimação. A Secretaria de Saúde promove o Dia de D da Vacinação Contra Raiva Animal. Serão 121 postos de atendimento, com funcionamento de 8h às 17h. A lista completa das unidades pode ser conferida no site da Secretaria de Saúde.

A campanha começou no dia 28 de junho e vai até 29 de setembro. A estimativa da Secretaria de Saúde é que 250 mil cães e gatos devem ser vacinados. Desde o início da campanha até a última segunda-feira (20), quase 40 mil animais receberam a prevenção.

Na Escola Classe 6, no Cruzeiro, mais de 270 vacinas já foram dadas em cachorros e gatos, sendo que a expectativa para o ponto de vacinação é de mais mil durante a parte da tarde. Quatro delas foram para os cachorros do estudante Alef Rabelo, 24 anos. “Todos os anos trago os cachorros de casa para vacinarem. Temos quatro”, conta.

Para ele, vale a pena o deslocamento da Asa Sul até o Cruzeiro. “Se fossemos dar em uma clínica particular, não sairia menos de R$ 300. É ótimo para quem tem muitos cachorros. Todos os anos trazemos na rede pública para vacinar”, afirma.

O motorista José Nonato da Silva, 46 anos, saiu da Candangolândia só para vacinar o filhote de labrador Thor, de três meses. “Lá não tinha nenhum posto de vacinação. Procuramos o mais próximo de casa e teve que ser aqui”, comenta. “É primeira vacina do Thor. Ele nunca saiu de casa justamente por ainda não ter tomado a antirrábica”, acrescenta a esposa, Maria da Luz, 45 anos.

Essa, porém, não é a primeira participação da família na campanha de vacinação contra a raiva animal. “Já tivemos outros cachorros e sempre levamos para tomar as vacinas. Era em Goiás, mas levávamos, porque lá também tem. A vacina é importante para prevenir doenças, tanto para eles como para gente”, destaca Maria da Luz.

Confira alguns dos sintomas da raiva em cães e gatos:

agressividade;

alteração do latido;

salivação excessiva, com a boca aberta constantemente;

convulsões;

paralisia nas patas traseiras;

paralisia total.

Fonte: JBr

Compartilhe este artigo.

Sobre o autor

Deixe seu comentário