Politica

STJ recebe documentos pedidos por ministro que julga recurso de Celina

O relator do processo, ministro Antônio Saldanha Palheiro, tinha requerido informações ao TJDFT. Celina tenta voltar à presidência da CLDF

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) recebeu os documentos pedidos pelo ministro Antônio Saldanha Palheiro para embasar a análise do recurso da deputada Celina Leão (PPS). A distrital tenta retornar à presidência da Câmara Legislativa.

Em 27 de outubro, o magistrado deu prazo de 10 dias para o Tribunal de Justiça do DF e Territórios (TJDFT) encaminhar dados relativos ao processo. Nesta sexta (4/11), o sistema eletrônico do STJ registrou o recebimento da documentação.

Saldanha é o relator do habeas corpus impetrado pela defesa da parlamentar depois da derrota no Conselho Especial do TJDFT, em 18 de outubro. No julgamento feito na Corte distrital, os desembargadores negaram, por 11 votos a 9, o retorno de Celina à Mesa Diretora, mas autorizaram o retorno de Raimundo Ribeiro (PPS), Júlio César (PRB) e Bispo Renato (PR).

Publicado originalmente por: Metrópoles