Politica

O todo poderoso do Buriti

DEUS-RA

 

 

Diz o dito  popular que “Quem muito fala dá bom dia a cavalo”, foi  isso que aconteceu com o nosso supersecretário Hélio “Amon-Rá” Doylle.

Na semana que passou,  em entrevista a uma rede de televisão, “Amon-Rá” disse da possiblidade de demissão de servidores concursado do governo de Brasília (GB), vulgo GDF. Caso a crise financeira não seja debelada de pronto.

 

A declaração teve grande repercussão negativa dentro e fora do governo. A tal ponto que o titular do Buriti, Rodrigo Rollemberg teve que ir  à televisão desmentir a fala do supersecretario.

 

Na Câmara Legislativa, parlamentares comentavam sobre o que dissera Amon-Rá; que tal declaração poderia mais uma vez levar a discussão sobre a perda de autonomia do Distrito Federal. Mesmo por que essa possiblidade não está descartada em função dos desencontros nos governos sucessivos no Distrito Federal, independente dos partidos ao quais pertençam os governadores promotores das diversas crises.

A mídia de pronto sugeriu ao governador a contratação de um porta-voz para Rollemberg, ou no mínimo mais conversa entre ele e seus secretários , para afinar o discurso e evitar vexames deste quilate.

 

Pelo visto nosso governador ainda tem muito  que aprender no executivo, e Amon-Rá, a despeito de ter participados dos quadros de outros governos, a segurar a língua. Os holofotes hipnotizam e uma câmera de tevê ainda fascina, levando  alguns  a “falar pelos cotovelos”.

Print Friendly, PDF & Email

Faça um comentário

Clique aqui para fazer um comentário