‘Bolsonaro seguirá sendo o mesmo irresponsável que foi como deputado’

0

O presidente nacional do Psol, Juliano Medeiros, lamentou o gesto de uma arma feito pelo presidente eleito Jair Bolsonaro nesta terça-feira (6) durante evento na Câmara dos Deputados em comemoração dos 30 anos da Constituição Federal.

“Em sessão solene realizada hoje na Câmara dos Deputados, Bolsonaro voltou a fazer o gesto de arma que marcou sua campanha. Se alguém imaginou que ele seria mais comedido depois de eleito, se enganou. Ele seguirá sendo, como presidente, o mesmo irresponsável que foi como deputado”, escreveu o pessolista no Twitter.

Não é a primeira vez que Bolsonar faz este gesto. Também já pegou uma criança no colo e ensinou ela a fazer o gesto de uma arma. O presidente eleito defende a pena de morte, o porte de armas, a Ditadura Militar (1964-1985) e, na votação do impeachment de Dilma Rousseff, em abril de 2016, exaltou Carlos Brilhante Ustra, ex-chefe do Doi-Codi de São Paulo e torturador na ditadura.

Fonte: Brasil 247

Compartilhe este artigo.

Sobre o autor

Deixe seu comentário