Metade dos deputados federais do DF votou a favor da reforma trabalhista; veja como votaram

0

Aprovada na madrugada desta quinta-feira (27) com 296 votos a favor, a reforma trabalhista dividiu a bancada do Distrito Federal na Câmara dos Deputados. Todos os oito deputados da bancada local estavam presentes na sessão.

Alberto Fraga (DEM), Izalci Lucas (PSDB), Laerte Bessa (PR) e Rogério Rosso (PSD) foram favoráveis às mudanças na leis trabalhistas brasileiras.

“Votei com convicção a reforma trabalhista! O imposto sindical é um achaque ao trabalhador. Não foi retirado nenhum direito do trabalhador!”, justificou Fraga.

Por outro lado, Augusto Carvalho (SD), Érika Kokay (PT), Ronaldo Fonseca (Pros) e Rôney Nemer (PP) foram contrários à matéria.

Ronaldo Fonseca, que normalmente vota com o governo, justificou que não é possível discutir mais de 100 artigos que mudam a CLT em um dia de discussão. O parlamentar, porém, votou contra a contribuição sindical.

“No destaque do imposto sindical votarei para ser opcional e não obrigatório como é hoje. Na democracia imposto sindical deve ser voluntário”, escreveu no Twitter.

Veja:

Por: BSB Capital

Compartilhe.

Sobre o autor

Deixe um comentário