Maia diz respeitar tempo de Janot para entrega de denúncia contra Temer

0

O presidente da Câmara, deputado federal Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse nesta sexta-feira que respeita o tempo do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que adiou a apresentação de denúncia contra Michel Temer para o próximo dia 26.

Maia admitiu que o recesso parlamentar de julho formal ou informal poderá ser suspenso, caso a Câmara não consiga até lá se pronunciar sobre a denúncia.

É de competência da Câmara autorizar ou não a abertura de processo contra o presidente da república por infração penal. Para barrar a denúncia, Temer só precisa ter 172 votos. O recesso parlamentar tem sido informal nos últimos anos, ou seja, os trabalhos são suspensos, mas a Casa fica oficialmente funcionando. Pela Constituição, o Congresso só entra em recesso oficial a partir do dia 18 de julho de cada ano, se aprovar a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO).

“Respeito o tempo dele (Janot)”, disse Maia ao jornal O Globo.

Por: Brasil 247

Compartilhe.

Sobre o autor

Deixe um comentário