Greve dos caminhoneiros derruba ações da Petrobras e faz Bovespa cair abaixo de 80 mil PTS

0

O tom negativo prevalecia na bolsa brasileira na manhã desta quinta-feira, com as ações da Petrobras despencando mais de 10 por cento, em meio a preocupações sobre a influência política na empresa, após a estatal reduzir o preço do diesel em razão dos protestos dos caminhoneiros.

Às 12:16, o Ibovespa caía 1,64 por cento, a 79.542 pontos. Na mínima da sessão até o momento, o índice recuou 2,28 por cento. O volume financeiro era de 7 bilhões de reais.

Na visão do chefe da mesa de renda variável da CM Capital Markets, Fabio Carvalho, a percepção de risco com emergentes vem aumentando e, no Brasil, isso é potencializado pelo quadro eleitoral indefinido, o que abre espaço para incertezas sobre questões regulatórias que necessitam convergência política.

“Se havia dúvida de como o governo reagiria em algum momento de instabilidade, o que aconteceu com a Petrobras e também a Eletrobras nos últimos dias foi uma sinalização não acertada”, disse.

Dados sobre o fluxo para o segmento Bovespa também continuam mostrando saída líquida de capital externo. Até o dia 21, o saldo estava negativo em 2,785 bilhões de reais em maio.

Wall Street endossava o viés negativo no pregão brasileiro, com o S&P 500 em baixa de 0,7 por cento, tendo no radar decisão do presidente norte-americano Donald Trump de cancelar um encontro planejado com o líder da Coreia do Norte, Kim Jong Un e com o recuo das ações de bancos e queda de preço do petróleo também pesando nos negócios.

Por: Brasil 247

Compartilhe este artigo.

Sobre o autor

Deixe seu comentário