GDF promete quitar dívidas do DF sem miséria até dia 12

0

O governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, anunciou nesta segunda-feira (1) que pretende quitar as parcelas atrasadas do programa DF Sem Miséria até o próximo dia 12. Os atrasos são consequência das “dificuldades financeiras” enfrentadas pela gestão, de acordo com o chefe do executivo. Rollemberg informou que até esta segunda as parcelas de março e abril não tinham sido depositadas. O benefício garante uma renda mínima de R$ 100 por habitante.

“Sei que há muita gente preocupada – e, com toda razão – com o atraso no pagamento do DF Sem Miséria. Até o dia 12 de maio nós vamos colocar os pagamentos de março e abril em dia. E vamos trabalhar muito para que não haja mais atrasos no pagamento do benefício”, disse o governador. “Apesar das dificuldades financeiras enfrentadas pelo DF, estamos avançando e, aos poucos, voltaremos a investir para que os trabalhadores do DF e suas famílias tenham cada vez mais qualidade de vida”, acrescentou.

De acordo com Secretaria de Trabalho, o dinheiro para pagar o ‘DF sem Miséria’ precisa ser gerado pela própria arrecadação do Distrito Federal, pois o programa não está ligado à verba do Bolsa Família ou a algum repasse federal. O GDF negou haver qualquer discussão no sentido de suspender ou cancelar o benefício.

Nos últimos meses, Brasília atingiu desemprego recorde de 20% – o maior do país, segundo o Dieese –, e viu índices de inflação negativos motivados pelo baixo consumo.

Por: Brasil 247

Compartilhe.

Sobre o autor

Deixe um comentário