Geral

Dilma: ”delação de Palocci é um dos momentos mais vexaminosos da política brasileira”

A presidente deposta Dilma Rousseff rebateu nesta sexta-feira, 18, as acusações feitas pelo ex-ministro Antonio Palocci contra ela e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

“Mais uma vez, o senhor Antônio Palocci mente em delação premiada, tentando criar uma cortina de fumaça porque não tem provas que comprometam a idoneidade e a honra da presidenta Dilma”, diz a assessoria da presidente deposta.

“É fantasiosa a versão de que ela teria ‘dado corda’ para a Lava Jato ‘implica’ Lula. Isso não passa de uma tentativa vazia de intrigá-la com o presidente Lula. Na verdade, a delação implorada de Palocci se constitui num dos momentos mais vexaminosos da política brasileira, porque revela o seu verdadeiro caráter”, diz Dilma.

Leia, abaixo, a nota na íntera:

Dilma rebate as novas declarações fantasiosas do ex-ministro

A propósito das supostas novas declarações do senhor Antônio Palocci, a Assessoria de Imprensa de Dilma Rousseff registra:

Mais uma vez, o senhor Antônio Palocci mente em delação premiada, tentando criar uma cortina de fumaça porque não tem provas que comprometam a idoneidade e a honra da presidenta Dilma.

É fantasiosa a versão de que ela teria “dado corda” para a Lava Jato “implicar” Lula. Isso não passa de uma tentativa vazia de intrigá-la com o presidente Lula.

Na verdade, a delação implorada de Palocci se constitui num dos momentos mais vexaminosos da política brasileira, porque revela o seu verdadeiro caráter.

Assessoria de Imprensa

Dilma Rousseff

Fonte: Brasil 247