Entretenimento

Cirque du Soleil seleciona ginasta do DF para espetáculo em cartaz no Japão

Atleta de 22 anos foi selecionado para ser acrobata do espetáculo ‘Totem’. Lucas Costa embarca já neste mês para o Canadá, sede do circo

Um ginasta de Brasília de 22 anos foi selecionado pelo Cirque du Soleil para ser acrobata do espetáculo “Totem”, em turnê pelo Japão e que segue para a Europa neste ano. Ainda neste mês, Lucas Costa embarca para o Canadá, onde fica a sede do circo que ficou famoso por não usar animais.

O jovem começou a fazer ginástica artística aos 7 anos, em uma escola pública do Distrito Federal. “Eu sempre gostei muito de pular, de fazer pirueta. Eu estudava na [escola da] 305, e lá eu já fazia um monte de estrelinha”, relembrou.

Os pais confirmam que a paixão vem desde pequeno. “Aqui em casa ele subia em cima das coisas, saia correndo, dava pirueta no sofá, vivia muito espertinho, vivia fazendo arte”, disse a mãe, Déia Coelho. “Um dia chegamos aqui e ele estava pendurado na janela. Desde esse dia, a gente viu que não tinha jeito”, continuou o pai, Ródnei Costa.

Ao longo da carreira, já morou em São Paulo e em Belo Horizonte para se especializar. Na rotina, eram treinos intensos quase todo dia. Ele explica que o circo era um sonho para ele. “Quando eu vi o Cirque du Soleil, eu fiquei encantado porque é um espetáculo, um show muito grande.”

O Cirque du Soleil é um dos mais famosos do mundo. Fundada em 1984, a companhia canadense tem espetáculos fixos e apresentações que rodam pelos países. Brasília já recebeu o circo em 2012 e 2013.

Para o jovem ginasta das mãos calejadas, vai ser uma oportunidade de visitar o mundo. “É um ganho muito grande, tanto cultural, conhecendo várias cidades, vários países. A parte de conhecer não só a cultura, mas os lugares. O circo abre muito a cabeça da gente, de conhecer o mundo inteiro.”

Publicado por: G1

Print Friendly, PDF & Email

Faça um comentário

Clique aqui para fazer um comentário