Empresários pagam e ônibus voltam a rodar

0

A paralisação dos rodoviários de quatro das cinco empresas que operam no Distrito Federal chegou ao fim e os veículos começam a deixar as garagens. De acordo com a Associação das Empresas Brasilienses de Transporte Urbano de Passageiros (Abratup), o adiantamento cobrado pela categoria foi pago a todos os rodoviários na manhã desta quarta-feira (24). Apesar disso, a dívida do Governo de Brasilia se mantém, segundo a entidade, em R$ 210 milhões.

O montante já está disponível na conta dos funcionários das empresas São José e Marechal. Até o fim do dia, os rodoviários da Urbi e Pioneira devem ter acesso ao pagamento. Essa foi a segunda greve de ônibus em menos de cinco dias enfrentada pelos Brasilienses. As regiões afetadas foram Samambaia, Recanto das Emas, Ceilândia, Gama, Núcleo Bandeirante, Santa Maria, São Sebastião, Paranoá e Riacho Fundo I e II. A Piracicabana fez um empréstimo, pagou os funcionários e não participou do movimento.

Os rodoviários reivindicam o depósito de 40% relativo ao adiantamento do salário de maio e o auxílio alimentação. Uma reunião com o governo deve acontecer ainda hoje.

Posicionamento

Em nota, a Secretaria de Mobilidade esclarece afirmou que o governo de Brasília tem cumprido o cronograma de pagamento acertado com as empresas no ano passado e ressaltou que, neste ano, está providenciando o pagamento da dívida de R$ 88 milhões referente a 2015.

A Secretaria acrescentou ainda que há uma dívida de R$ 56 milhões referente ao ano de 2016, que também está sendo negociada com as empresas que operam o Sistema de Transporte Público Coletivo (STPC).

“Em relação às despesas correntes do mês, estas estão sendo pagas, tanto diariamente (vale transporte e cartão cidadão), quanto mensalmente. Só em maio, por exemplo, já houve um repasse de R$ 45 milhões às empresas, sendo que os R$ 11 milhões que faltavam, referentes ao mês de março, foram pagos na última segunda-feira”, pontuou.

Por: Jornal de Brasília

Compartilhe.

Sobre o autor

Deixe um comentário