Dilma: perseguição a filho de Lula é mais um ovo da serpente do fascismo

0

A presidente deposta Dilma Rousseff condenou com veemência a a operação policial de busca e apreensão contra Marcos Cláudio Lula da Silva, filho do ex-presidente Lula.

Dilma classificou a ação como “abusiva” e cometida por “exibicionismo midiático”. “Não havia nenhuma investigação em andamento, e a invasão da casa de Marcos Cláudio foi baseada apenas numa denúncia anônima falsa. Nada foi encontrado na busca policial, o que demonstra o abuso cometido apenas para alimentar uma grande imprensa sedenta por escândalos. A intenção da polícia de Alckmin é fomentar a perseguição ao maior líder popular do Brasil, que no entanto tem o apoio do povo”, disse a presidente deposta em nota divulgada à imprensa.

Para Dilma, arbitrariedades policiais como estas levaram ao suicídio do reitor da UFSC, Luiz Carlos Cancellier de Olivo, “um homem a quem não se deu direito de defesa”. “O esgarçamento das instituições está criando um clima de arbitrariedades e exceção que, se não for combatido, se tornará o ovo da serpente do fascismo”, afirmou.

Nesta quarta-feira, 11, deputados estaduais do PT de São Paulo se reuniram com o secretário de Segurança Pública do Estado e cobraram providências contra a perseguição ao filho de Lula. Os deputados petistas mostraram o pedido da operação encaminhado à Justiça há indicação de busca e apreensão para o endereço residencial antigo e o atual de Marcos Lula, locais distintos e distantes.

“Ora, se a denúncia anônima é sobre um determinado local, por que o pedido de busca foi feito para dois locais?”, diz o líder Alencar Santana Braga. Segundo Braga, o secretário se comprometeu afastar delegado do caso, abrir procedimento pra averiguar conduta do delegado e exigimos também solução é esclarecimentos rápidos do caso de Paulínia.

Por: Brasil 247

Compartilhe.

Sobre o autor

Deixe um comentário