Defesa de Sandra Faraj se baseará em trocas de e-mails com ex-servidor

0

O advogado da deputada Sandra Faraj (SD) promete entregar, nesta quinta-feira (9/3), portanto dentro do prazo de 72 horas dado pela Mesa Diretora da Casa à distrital, a defesa da parlamentar. Segundo Cleber Lopes, serão apresentados e-mails com troca de mensagens com o ex-servidor e sócio da NetPub, Filipe Nogueira, que rebateriam a versão dele de que a distrital não teria feito os pagamentos à empresa que atua no ramo de informática.

Cleber explica que, ainda quando estava contratado no gabinete de Sandra, a deputada e Filipe trocaram mensagens eletrônicas. Nelas, o ex-funcionário teria afirmado que passou os dados referentes ao sistema criado para uma outra empresa, como previsto no contrato entre o gabinete e a NetPub.

No entanto, anteriormente, tanto a deputada como a defesa dela tinham dito que Sandra Faraj não sabia que a empresa era de um funcionário de seu gabinete. “Estou convencido de que não tem lógica alguém prestar serviço por um ano, pagando os impostos de notas fiscais e depois ficar outro ano sem receber e só depois querer cobrar uma dívida”, afirma Cleber Lopes.

O advogado contou ainda que vai apresentar mensagens de servidores revoltados com a denúncia de que teriam que pagar 30% de seus salários em forma de dízimo na Igreja Ministério da Fé, liderada pelo apóstolo Fadi Faraj, irmão da deputada distrital.

Sandra Faraj é suspeita de ter desviado verba indenizatória no valor R$ 174 mil. As notas fiscais do serviço prestado pela NetPub foram todas lançadas no sistema da Câmara Legislativa e o dinheiro da verba indenizatória ressarcido à parlamentar. A NetPub, porém, confirma que recebeu as notas, mas nega ter recebido os recursos.

A parlamentar esteve no Ministério Público do DF e Territórios (MPDFT), onde prestou depoimento espontâneo para os promotores que estão á frente do inquérito que investiga o suposto desvio de recursos públicos.

Por: Metrópoles

Compartilhe.

Sobre o autor

Deixe um comentário