Defesa de Lula vai à OAB e diz que político é Moro

0

A defesa do ex-presidente Lula anunciou que levará à Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), “para providências cabíveis”, a decisão do juiz Sergio Moro “de tolher de forma arbitrária a prerrogativa dos advogados de gravar a audiência – ato reconhecido pela OAB/PR”.

Os advogados se referem ao depoimento que Lula prestará ao juiz da Lava Jato em Curitiba na próxima quarta-feira 10, em um processo em que é réu por corrupção e lavagem de dinheiro no caso do triplex do Guarujá.

Além disso, os advogados argumentam que o juiz “comete erro gravíssimo” ao dizer que Lula e sua defesa tenham “chamado manifestantes” a realizarem atos de apoio a ele em Curitiba.

“Talvez ele tenha se acostumado a fazer acusações sem provas, mas essa é mais uma violação dos direitos e prerrogativas dos defensores constituídos nos autos e tomaremos todas medidas jurídicas cabíveis”, diz a defesa em nota. “Sucede que quem tem agido como político – conclamando apoiadores por meio de vídeos caseiros -, é Moro e não a defesa de Lula”, completa o texto.

Leia a íntegra:

Nota

Sergio Moro além de tolher de forma arbitrária a prerrogativa dos advogados de gravar a audiência – ato reconhecido pela OAB/PR – também fez a grave acusação de que a própria defesa do ex-Presidente Luiz Inacio Lula da Silva poderia usar tais gravações para “fins politico-partidários”.

O juiz comete erro gravíssimo ao declarar que o cliente e sua defesa chamaram manifestantes. Talvez ele tenha se acostumado a fazer acusações sem provas, mas essa é mais uma violação dos direitos e prerrogativas dos defensores constituídos nos autos e tomaremos todas medidas jurídicas cabiveis.

Sucede que quem tem agido como um político -conclamando apoiadores por meio de vídeos caseiros -, é Moro e não a defesa de Lula.

O assunto será encaminhado à OAB para as providências cabíveis.

Cristiano Zanin Martins e Valeska Teixeira Zanin Martins

Por: Brasil 247

Compartilhe.

Sobre o autor

Deixe um comentário