Cresce movimento para reforma política ser discutida em nova Constituinte

0

Uma rota de saída para os políticos implicados na Operação Lava Jato começa a ser costurada em Brasília. Passa pela convocação de uma Assembleia Constituinte exclusiva para tratar da reforma política. O presidente do Sebrae, Afif Domingos, do PSD, tem procurado políticos e empresários para tentar viabilizar a proposta que exclui o atual Congresso, contaminado pelo petrolão, das discussões. O parlamentares, contudo, indicariam os constituintes –pessoas sem mandato, que teriam seis meses para aprovar as mudanças na lei.

“Os constituintes ficariam proibidos de disputar o pleito de 2018, trabalhariam nos finais de semana e não seriam remunerados. O prazo limite para mudar as regras da próxima eleição é 1.º de outubro deste ano.

O ex-presidente da OAB Reginaldo de Castro criou um grupo de advogados notáveis para participar do debate e “mostrar ao País a necessidade de nova Constituinte”.

A ideia da Constituinte pode ganhar força porque a reforma política em discussão na Câmara empacou. O relatório do deputado Vicente Cândido (PT-SP) não agradou.”

Por: Brasil 247

Compartilhe.

Sobre o autor

Deixe um comentário