Acusado de chefiar a maior quadrilha do País, Temer pede punição a criminosos

0

Pressionado por mais acusações do empresário Joesley Batista, que deu entrevista bombástica à revista Época, Michel Temer gravou neste domingo (19) um vídeo em que, sem citar Joesley, sócio do grupo J&F, defende punição para quem cometeu crimes.

O vídeo dura quatro minutos e será divulgado na tarde desta segunda-feira (19) nas redes sociais. Oficialmente, o material aborda a viagem de Temer para Rússia e Noruega.

Matéria da Folha afirma que Michel Temer se posiciona também, de maneira indireta, em relação à crise política em que seu governo está imerso.

Segundo a Folha apurou, Temer diz no vídeo que fará de tudo para que quem deve seja punido. É uma referência a Joesley Batista que gravou conversa com Temer e, em entrevista à revista “Época” divulgada na sexta-feira (16), afirma que o peemedebista é o “chefe” de uma organização criminosa.

“O Temer é o chefe da Orcrim [sigla para organização criminosa]da Câmara. Temer, Eduardo, Geddel, Henrique [Alves], [Eliseu] Padilha e Moreira [Franco]. É o grupo deles. Quem não está preso está hoje no Planalto. Essa turma é muita perigosa. Não pode brigar com eles”, disse o empresário na entrevista.

Fonte: Brasil 247

Compartilhe.

Sobre o autor

Deixe um comentário